5 passos para se tornar um caminhoneiro autônomo formalizado!

7 minutos para ler

Ser um profissional da estrada é algo que demanda uma boa dose de responsabilidade. Por essa razão, decidimos colaborar no seu desenvolvimento como um caminhoneiro autônomo, criando este guia prático para a sua profissionalização!

Para isso, selecionamos as principais curiosidades no tema. Aqui, você descobrirá as vantagens de ser um profissional autônomo, as etapas necessárias para operar nessa modalidade e, por fim, como a RodoClube pode te ajudar nessa jornada. Então, não perca tempo e acompanhe!

As principais vantagens de ser um caminhoneiro autônomo

Os atrativos da carreira autônoma não são exclusivos aos profissionais da estrada. Na realidade, o amplo senso de liberdade e potencial de ganhos vêm chamando a atenção de pessoas em todos os setores, que buscam trabalhar sob o próprio comando. Agora, entenda as razões para isso!

Flexibilidade

A flexibilidade se percebe logo no momento em que você toma as rédeas da sua operação. Enquanto autônomo, você está livre para negociar contratos, isenções e até mesmo, a própria agenda. Naturalmente, isso exige mais responsabilidade, pois você não contará com nenhuma supervisão o estimulando a fazer o serviço.

Disciplina

No trabalho autônomo, você ganha proporcionalmente ao seu esforço! A modalidade estimula a autodisciplina, pois a remuneração está diretamente ligada ao seu desempenho, ou seja, você não conta com nenhuma exigência patronal ou carga horária obrigatória, mas pegar serviços e seguir na estrada são partes fundamentais para continuar ganhando dinheiro.

Renda

Enquanto autônomo, você conta com maior potencial de ganhos, o que é uma das principais justificativas para abandonar a estabilidade da CLT. Nessa modalidade, você terceiriza a sua prestação de serviços. Por essa razão, as transportadoras pagam mais, justamente pela ausência dos encargos comuns a uma contratação tradicional.

Autonomia

Por último, mas também importante, a autonomia operacional. Trabalhar como autônomo é estabelecer uma relação direta entre profissional e contratante. Assim, não existem intermediários, patrões ou supervisores, o que pode beneficiar tanto a sua qualidade de vida como o seu orçamento. 

Os 5 passos para a profissionalização como caminhoneiro autônomo

Entretanto, é importante entender que você só poderá aproveitar as vantagens se estiver em uma posição de destaque em relação ao mercado. Afinal, a própria pandemia deu uma chacoalhada no setor, fazendo com que muitos caminhoneiros CLTs migrassem para a modalidade.

Basicamente, isso quer dizer que o segmento de caminhoneiros autônomos está mais saturado e, portanto, mais competitivo. Sendo assim, você não deve focar apenas nas qualificações básicas, mas ir além, buscando a especialização em competências importantes e valorizadas pelo mercado. Veja!

1. CNH

Nós entendemos que isso pode soar óbvio, mas acredite, a habilitação é parte fundamental para subir na hierarquia dos transportes. Por exemplo, atualmente, pode ser que você opere com pequenos fretes, utilizando caminhões que, de tão leves, permitem a condução por uma CNH da categoria B.

No entanto, você precisa se qualificar para os grandes contratos. Para isso, você pode focar em duas categorias específicas:

  • C — veículos de transporte com mais de 3.5 toneladas, os caminhões;
  • E — veículos com 6 toneladas ou mais de peso bruto total, os caminhões com dois ou mais reboques articulados.

Agora, é importante entender os requisitos necessários para ser habilitado nessas categorias:

  • C — apresentar um ano de habilitação B, sem infrações graves e gravíssimas ou mais de uma infração média nos últimos 12 meses;
  • E — apresentar um ano de habilitação C, sem infrações graves e gravíssimas ou mais de uma infração média nos últimos 12 meses, além da aprovação no curso específico orientado pelo CONTRAN.

2. RNTRC

Já em um segundo momento, você deve se registrar junto à entidade supervisora do setor no país, a ANTT, Agência Nacional de Transportes Terrestres. Essa certificação é conquistada por meio do RNTRC, o Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas.

Para conseguir esse registro, você deve ter um caminhão. Caso já tenha ou acabou de comprar, basta se deslocar até um ponto autorizado para realizar o procedimento. Caso ainda vá financiar, novamente, você deve ir a um ponto credenciado para solicitar o registro provisório, com 30 dias de validade.

Por fim, você deverá pagar as taxas do registro, a contribuição sindical, além de conquistar sua aprovação em um teste de conhecimentos gerais sobre a operação de transportes. Infelizmente, não há um valor fixo para o procedimento, pois ele varia de acordo com o ponto autorizado.

3. Amplie sua rede de contatos

Para ser um autônomo bem-sucedido, ou seja, com muitas ofertas de serviço, você precisará construir uma grande e sólida rede de contatos. É por isso que a dica de ouro para se destacar nesse mercado é investir em networking, sendo uma personalidade expansiva, amigável e responsável.

Logicamente, você começará por baixo, sem conhecer muitos contratantes ou meios de fazer a máquina girar. No entanto, com o tempo, a experiência e um serviço de excelência, combinando pontualidade, confiabilidade e respeito, os contratantes passarão a priorizar o seu contato na hora de chamar para uma nova carga.

4. Tendências

Esteja antenado às tendências tecnológicas do setor. Essa é uma etapa indispensável, pois você não contará com o estímulo de uma gerência. Nesse sentido, cabe a você encontrar novidades que possam ajudar na execução do seu trabalho, como plataformas de frete, clubes de vantagens e afins.

5. Capacitação

Por último e mais importante, invista no seu desenvolvimento profissional! Está trabalhando com habilitação C? Busque a E! O seu segmento está estagnado? Busque certificações em Movimentação Operacional de Produtos Perigosos, Transporte de Cargas Indivisíveis, Direção Defensiva e por aí adiante.

A nossa solução para esse dilema

Felizmente, nós podemos te ajudar nessa jornada! Caso ainda não saiba, a RodoClube surgiu de uma iniciativa especial no segmento de transportes, valorizando o caminhoneiro pelo que ele é: o herói logístico das estradas!

Por essa razão, oferecemos uma plataforma única para a sua interação com o mercado, entregando diferenciais como clube de benefícios, conectando fornecedores e estabelecimentos a você e o seu trabalho, oferecendo descontos exclusivos e fazendo o seu dinheiro valer mais!

Além disso, o portal ainda oferece um ambiente para que você possa organizar as suas operações e documentos, inclusive, agilizando o match de cargas. Por fim, a plataforma também está disponível por um app mobile, que pode ser acessado a qualquer momento, diretamente do seu smartphone. Assim, você poderá consultar as melhores oportunidades mais perto de você!

Como pôde notar, a experiência do caminhoneiro autônomo pode ser muito mais conveniente e rentável, bastando que o profissional busque a especialização a qualquer custo. Afinal, a realidade é que quanto maior a qualificação do seu perfil, em termos de experiências e certificações, maior a sua atratividade ao mercado!

E aí, você gostou deste post especial sobre a transição para a modalidade autônoma? Então, deixa a gente te ajudar nessa jornada! Para isso, basta acessar nosso portal e entrar em contato!

Você também pode gostar

Deixe um comentário