Saiba como pegar boas cargas para transportadoras!

6 minutos para ler

Parte do trabalho de todo gestor logístico é fazer uma boa avaliação sobre os pedidos de transporte que chegam ao seu negócio. Esse é um cuidado fundamental para conseguir as melhores cargas para transportadoras e garantir bons resultados à empresa.

Uma análise estratégica sobre cada oportunidade ajuda a melhorar a eficiência operacional e, consequentemente, a qualidade do serviço prestado. Isso refletirá em aumento na competitividade, já que a empresa terá um alto nível de satisfação dos clientes.

Mas você sabe em quais pontos é preciso ficar de olho nessa hora? Não? Pois confira agora nossas dicas de como pegar as melhores cargas para transportadoras!

Alinhe seu planejamento estratégico

É sempre mais fácil tomar decisões acertadas e manter o controle sobre as operações quando você tem um bom planejamento estratégico para seguir. Ele deve conter as diretrizes de atuação da empresa, as metas a serem alcançadas, entre outras características que sejam relevantes para as atividades.

De forma geral, os objetivos desse planejamento devem ser a manutenção de uma rotina operacional eficiente, a redução de custos e a excelência dos serviços executados. Então, é importante avaliar regularmente os dados da operação, relacionando os resultados com as cargas transportadas. Isso permite identificar as opções que representam maiores vantagens e faz a empresa caminhar no sentido correto.

Por abranger diversos aspectos, é normal que leve algum tempo até que um planejamento estratégico esteja consolidado. Além disso, o ideal é que ele seja revisado e atualizado periodicamente para garantir sua eficácia.

Implemente sistemas automatizados

Lidar com todas as variáveis envolvidas na operação logística é realmente um grande desafio. Uma boa forma de tornar essa tarefa mais simples e ágil é por meio da implementação de sistemas automatizados.

Essas soluções facilitam a rotina administrativa de qualquer empresa logística, permitindo que as tarefas também sejam executadas com mais qualidade. Com as ferramentas certas, é possível automatizar atividades ligadas ao controle de estoque, à emissão de ordens de serviço e ao monitoramento e análise de cargas.

Os sistemas automatizados permitem um gerenciamento centralizado de várias demandas e reduzem a ocorrência no tratamento de informações. Assim, o gestor pode contar sempre com dados precisos e confiáveis para escolher as melhores cargas para transportadoras.

Utilize os indicadores de logística

Existem diversos indicadores que auxiliam na medição do desempenho das atividades em uma empresa de logística. Muitos deles também podem ajudar a selecionar as cargas certas para manter os índices em bons níveis.

A grande vantagem de fazer o acompanhamento por meio de indicadores é que eles possibilitam a identificação de problemas antes mesmo que estes causem reflexos negativos. Dessa forma, os gestores podem concentrar esforços nas questões certas para aprimorar a atuação da empresa.

Na avaliação de cargas, os indicadores mais importantes são aqueles relacionados à qualidade, aos custos e à eficiência operacional. Levando em conta seus resultados, dá para ter mais parâmetros para analisar os pedidos de transporte.

Avalie as características das rotas

Um dos fatores mais relevantes em uma análise de pedido de transporte tem a ver com as rotas que farão parte do trajeto. Afinal, muitas estradas e rodovias apresentam particularidades que podem tornar as viagens mais desafiadoras e, consequentemente, impactar a produtividade.

Na maioria das vezes, esse aspecto se refere ao estado de conservação das vias. Quando é preciso passar por trechos muito acidentados, deve-se ter em mente que isso pode ser uma adversidade tanto para o próprio frete quanto para a programação dos demais. Essa situação aumenta também o risco de danos à estrutura do veículo e até mesmo à integridade dos motoristas.

Falando em segurança, essa tem se mostrado outra grande preocupação das empresas de transportes. Diante das estatísticas sobre a ação de criminosos nas estradas, o ideal é evitar os locais considerados mais perigosos — e quando forem inevitáveis, buscar todas as medidas preventivas.

Faça uma boa gestão de riscos

Outra prática que pode ajudar a reduzir as perdas e os prejuízos às cargas transportadas é a correta gestão de riscos. O objetivo dessa medida é antever possíveis adversidades no caminho, de maneira que o gestor tome as providências necessárias para minimizar qualquer problema.

Uma gestão de riscos eficaz envolve avaliar todos os fatores que fazem parte da cadeia de operações. Nesse processo, é relevante considerar as características dos clientes, a forma de armazenamento dos materiais, a logística de distribuição, os veículos que serão utilizados e, finalmente, a etapa de entrega.

Esse cuidado garante ao gestor informações vitais para uma tomada de decisão consciente, especialmente na hora de escolher as cargas que serão aceitas. Assim, é possível se resguardar e aumentar a segurança mesmo quando for necessário transportar cargas com nível maior de risco.

Desenvolva um bom relacionamento com os parceiros

Ter um bom relacionamento com clientes e demais empresas do setor é fundamental para as companhias de logística. Esse laço forte possibilita que sejam firmados acordos com melhores condições de negociação, além de simplificar as resoluções de eventuais problemas no decorrer dos serviços.

Um dos possíveis benefícios é que a sua empresa pode conquistar a preferência para fazer o transporte das melhores cargas disponíveis. Mas lembre-se de que essa deve ser uma via de mão dupla. Ou seja, é importante mostrar a esses parceiros que você também está disposto a ser flexível na hora de fechar acordos. Com essa postura, a relação tende a ser duradoura e vantajosa para todos os envolvidos.

Cuide da manutenção dos veículos

Veículos em mau estado de conservação representam um dos principais perigos no transporte de cargas. Além do risco à segurança dos motoristas, a empresa pode sofrer perdas relativas aos produtos transportados em caso de acidentes.

Para reduzir esses problemas, é indispensável desenvolver e seguir à risca um plano de manutenção preventiva para cada veículo. Quando algum deles der sinais de mau funcionamento, não hesite em procurar uma oficina de confiança para restabelecer suas condições o quanto antes. Isso demonstrará que sua empresa se importa com a segurança, o que conta pontos para conseguir as melhores cargas.

Temos certeza de que, ao colocar em prática as dicas que apresentamos neste post, sua empresa fará um trabalho de gestão muito mais eficiente. Sendo assim, mãos à obra pra garantir boas cargas para transportadoras e fazer ótimos negócios!

Quer uma ajuda nesse processo? Então, entre em contato conosco e conheça as soluções da RodoClube para transformar a gestão da sua transportadora!

Você também pode gostar

Deixe um comentário